Thaisa Galvão

25 de maio de 2019 às 10:43

Sugestão da governadora Fátima é acatada em reunião da Sudene com presença do presidente Jair Bolsonaro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, ontem em Recife, com presença do presidente Jair Bolsonaro, a governadora Fátima Bezerra sugeriu que 30% dos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) passem a ser destinados para investimento em infraestrutura nos estados do Nordeste, seguindo o Plano de Desenvolvimento da região.

A proposição foi acatada de forma consensual pelo Condel, que é integrado por todos os governadores da região Nordeste, de Minas Gerais e Espírito Santo, além de representantes de prefeitos, trabalhadores e empresários da região, e ainda pelo Governo Federal.

“O plano é uma ferramenta muito importante para a região, mas é preciso que ele não seja um plano de prateleira. Por isso é fundamental a questão do financiamento com os 30% dos recursos do FNE, podendo assim dar início a ações estratégicas inseridas no plano”, destacou Fátima.

Fotos Elisa Elsie

25 de maio de 2019 às 7:57

Ajude: Imprevistos em neurocirurgia fazem potiguar reativar a campanha ‘Todos por Nathalia’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quem lembra de Nathália, que invadiu as redes sociais no Rio Grande do Norte com a campanha #TodosporNatalia?

Nathália, que nasceu com ‘cranioestenise’, e cresceu com a má formação no crânio, precisava de mais de 100 mil reais para bancar a neurocirurgia feita em São Paulo

O apelo, com ajuda da médica gaúcha Érica Mantelli, mãe de uma menina que nasceu com a mesma síndrome mas fez a cirurgia ainda recém-nascida, ajudou a ecoar a campanha de Natália, que recebeu ajuda financeira até do famoso DJ Alok.

Com o dinheiro arrecadado através de vakinha, Natália foi para São Paulo e se submeteu à cirurgia.

Um susto diante das intercorrências que ela mesma contou depois de sair da UTI:

Diante do inesperado, Nathalia, que passa pelos procedimentos em hospital particular em São Paulo, recorre mais uma vez à campanha.

É que a conta não fechou, e qualquer ajuda será muito bem-vinda.

25 de maio de 2019 às 7:39

Doceira potiguar Rafaela Fontes se destacou no casamento do youtuber Carlinhos Maia com presença de famosos em Alagoas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A empresária Rafaela Fontes, potiguar que é referência quando o assunto é doces de festas, ganhou destaque essa semana ao assinar os doces do badalado casamento do youtuber Carlinhos Maia com Lucas Guimarães.

O casamento aconteceu às margens do rio São Francisco, no município alagoano de Penedo.

Rafaela transportou sua equipe para Alagoas, e alugou uma casa com estrutura próximo ao local da festa, para finalizar os doces.

Foram 4,5 mil doces como camafeu de nozes, brigadeiro saborizado com vodka, bombom de café com queijo, damasco com pistache, rosa de tâmara com coco, fudge de caramelo salgado, copinho belga com physalis, design com monograma, wafer de nutella, bolo de rolo, cerejas recheadas e banhadas, castanha crocante, surpresa pistache com limão siciliano, palha italiana e surpresa de Romeu e Julieta, que foram montados embaixo de uma árvore, a Alameda de Doces.

Entre os famosos que se deliciaram com os doces natalenses, Anitta, Simone, Wesley Safadão, DJ Alok, Tirulipa, os funkeiros Kevinho e Jojo Todynho, Flávia Pavanelli, David Brazil e Gabriel Diniz…

25 de maio de 2019 às 7:22

Mata e cura: Bolsonaro reage a declarações de Paulo Guedes futucando e depois agradando o ministro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente Jair Bolsonaro reagiu às declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, em entrevista à revista Veja.

“Ninguém é obrigado a continuar como ministro meu”, disse Bolsonaro, rebatendo Guedes que disse que deixaria o Governo caso identificasse que só ele queria aprovar a reforma da Previdência.

“Se só eu quero a reforma, vou embora para casa. Se eu sentir que o presidente não quer a reforma, a mídia está a fim só de bagunçar, a oposição quer tumultuar, explodir e correr o risco de ter um confronto sério… pego o avião e vou morar lá fora”, disse Guedes, atiçando o presidente a fazer o que ele mais gosta: falar.

Com Guedes, o estilo atirador do presidente deu lugar a um ‘mata e cura’.

Depois de abrir a porta da sala para o ministro ir embora, amenizou o discurso.

“Logicamente, ele está vendo uma catástrofe. E é verdade, concordo com ele, se nós não aprovarmos uma reforma muito próxima da que nós enviamos para o parlamento. Então, o Paulo Guedes não é nenhum vidente, não precisa ser, para entender que o Brasil mergulha num caos econômico sem a aprovação dessa reforma”, afirmou Bolsonaro.

O presidente deu a declaração em Recife, onde participou de reunião do Conselho Deliberativo da Sudene.

Mas, como amenizar não faz parte dos discursos do presidente, o Jair não se conteve depois de dar uma declaração legal e foi par o twitter para reiterar o agrado ao ministro…mas atacar a imprensa.

24 de maio de 2019 às 18:04

Revista Veja mostra Rogério Marinho como o ‘Senhor Reforma’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da série especial da Veja sobre reforma da Previdência, um capítulo com o ex-deputado do Rio Grande do Norte, Rogério Marinho.

“INIMIGO DO POVO”, “carrasco do trabalhador”, diziam as pichaçoes no muro de um condomínio em um bairro nobre de Natal, em abril de 2017.

As ofensas dirigiam-se a um morador em particular: o então deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN), relator da reforma trabalhista que fora recentemente aprovada.

No ano passado, no período eleitoral. Marinho amargou uma espécie de contracampanha comandada por centrais sindicais, ressentidas principalmente pelo fim da cobrança obrigatória da contribuição sindical.

Marinho não se reelegeu para o que seria o quarto mandato na Câmara dos Deputados, e a derrota se deve em grande parte ao êxito da reforma. Mas o mesmo feito lhe rendeu o cargo de secretário Especial de Previdência e Trabalho no governo de Jair Bolsonaro, cuja principal missão é reformar a Previdência, tarefa ainda mais delicada que a anterior.

Marinho entrou no governo Bolsonaro por indicação da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), a mesma que apresentou, em 2018, Paulo Guedes ao presidente.

“O ministro estava construindo uma equipe excelente, mas faltava alguém com vivência política, que conhecesse o funcionamento do Parlamento”, diz a deputada.

O temperamento de Marinho ajuda na relação com os congressistas. “Ele é um cara propositivo, equilibrado, que não eleva o tom de voz. Chega a ser fidalgo”, afirmou o deputado Júlio Delgado (PSB-MG), opositor do governo.

Formado em economia. Marinho, de 55 anos, faz parte de um grupo pouco conhecido do governo Jair Bolsonaro. Foge dos holofotes e passa longe dos barracos novelescos do PSL.

Discreto, em geral evita a imprensa, e certamente não aprovaria o titulo da presente reportagem: um colega do ministério diz que Marinho costuma repetir que “a reforma não tem pai, é uma construção coletiva”. Ele não quer despertar ciumeira no Congresso. A sua equipe, que com ele tem varado madrugadas e fins de semana na elaboração e na costura de projetos, Marinho tem frisado que “não é hora de vaidade, é hora de união para aprovar uma reforma robusta”.

Guedes já o citou em mais de uma ocasião como exemplo de indicação política de alto nível. Dentro do governo, há quem diga que ele deveria assumir a coordenação das próximas reformas, notadamente a tributária — cuja proposta do Executivo foi atropelada por uma versão apresentada na Câmara na quarta-feira 22.

A reforma atual busca solucionar os principais entraves levantados na tentativa anterior, que naufragou no governo Temer.

Foi de Marinho a estratégia de apresentar a proposta atual em uma espécie de pacote, dividido em quatro textos — além da Proposta de Emenda Constitucional (PEG), que reestrutura as regras de aposentadoria, o pacote é composto de uma medida provisória e dois projetos de lei. Na gestão Temer, os opositores levantavam a tese de que, se o governo combatesse as fraudes, não haveria déficit. Daí a proposta atual ter uma MP de combate às fraudes.

Outro argumento que travou o debate anterior foi o de que não existiria déficit se os grandes devedores pagassem suas dívidas previdenciárias, questão tratada agora no PL que fortalece a Procuradoria-Geral de Fazenda Nacional para cobrar os devedores contumazes.

A aposentadoria dos militares, que não sofria alteração na proposta de Temer, também provocou uma forte reação no Parlamento, e isso motivou o PL que revisa as condições de aposentadoria da caserna.

Marinho é geralmente definido como “político habilidoso”, o que talvez venha de família: seu avô, Djalma Aranha Marinho, foi deputado federal pelo Rio Grande do Norte por sete mandatos e hoje dá nome ao plenário da Comissão de Constituição e Justiça, da qual ocupou a presidência (por três vezes) e a vice-presidência (quatro vezes).

Aos mais próximos, o neto de Djalma costuma contar que desde os 7 anos já sabia que queria ser político. Há também quem afirme que o atual secretário é ruim de palanque, ao que ele responde dizendo que teve a política de berço, mas não teve padrinho político, já que seu avô morreu em 1981 e sua primeira campanha eleitoral ocorreu somente em 1994 (Marinho tentou ser deputado estadual em Natal, e perdeu).

Para seus correligionários, a maledicência é só intriga da oposição. “Ele não é o político do tipo polêmico, e costuma se interessar por temas mais complexos, o que não dá muito palanque”, afirma um auxiliar. Neste momento, em que o governo depende da aprovação da reforma, tais características contam a favor, não contra.

24 de maio de 2019 às 16:19

Minuto da Câmara: Prestando contas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Projeto de Lei da vereadora Eleika Bezerra (PSL), apreciado e aprovado em primeira discussão, dispõe sobre o procedimento de localização e recuperação de crianças e adolescentes desaparecidos no município de Natal.

Essa e outras notícias no Minuto da Câmara, um resumo do trabalho do legislativo municipal de Natal.

Acompanhe:

24 de maio de 2019 às 12:44

Ministro Paulo Guedes desabafa: “Se só eu quero a reforma, vou embora para casa” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Veja que chegará às bancas neste sábado, declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre aprovar ou não aprovar a reforma da Previdência:

 

Deixa eu te falar um negócio que é importante. Eu não sou irresponsável. Eu não sou inconsequente. Ah, não aprovou a reforma, vou embora no dia seguinte. Não existe isso. Agora, posso perfeitamente dizer assim: ‘Olha, já fiz o que tinha de ter sido feito. Não estou com vontade de ficar, vou dar uns meses, justamente para não criar problemas, mas não dá para permanecer no cargo’”.

Se só eu quero a reforma, vou embora para casa. Se eu sentir que o presidente não quer a reforma, a mídia está a fim só de bagunçar, a oposição quer tumultuar, explodir e correr o risco de ter um confronto sério… pego o avião e vou morar lá fora.”

A classe política está digerindo os novos métodos. Estou absolutamente otimista de que eles vão corresponder às expectativas da sociedade. Tenho absoluta confiança em que vai sair a reforma de 1 trilhão e que as revisões de crescimento para cima serão feitas a partir da reforma, que vai clarear um horizonte fiscal por dez anos”.

A Previdência é hoje um buraco negro, que engole tudo ao redor. O déficit tem crescido cerca de R$ 40 bilhões por ano. A reforma é urgente, porque os mercados não vão esperar muito mais. Eles fogem antes. A engolfada pode vir em um ano, um ano e meio”.

Não tenho apego ao cargo, desejo de ficar a qualquer custo, como também não tenho a inconsequência e irresponsabilidade de sair na primeira derrota. Não existe isso”.

24 de maio de 2019 às 12:31

Justiça bloqueia R$ 3,5 bilhões em bens e valores de MDB, PSB, políticos e empresas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1 – Curitiba

 

Decisão é referente a uma ação de improbidade administrativa da Operação Lava Jato, movida pelo MPF e pela Petrobras.

Por Thais Kaniak e Pedro Brodbeck

 

A Justiça Federal do Paraná bloqueou cerca de R$ 3,5 bilhões do MDB, do PSB, de políticos e de empresas. O bloqueio foi divulgado nesta sexta-feira (24), pelo Ministério Público Federal (MPF).

Essa decisão é referente a uma ação de improbidade administrativa da Operação Lava Jato, movida pelo MPF e pela Petrobras.

Entre os acusados que respondem ao processo, estão os parlamentares Valdir Raupp (MDB-RO), Eduardo da Fonte (PP-PE) e Fernando Bezerra (PSB-PE) – atualmente líder do governo no Senado. Antes de ingressar no MDB, em 2018, Fernando Bezerra era filiado ao PSB e chegou a ser líder da legenda no Senado.

O bloqueio também atinge os espólios de Sérgio Guerra (PSDB-PE) e Eduardo Campos (PSB-PE), políticos que já morreram.

As empresas acusadas na ação são a Queiroz Galvão e a Vital Engenharia Ambiental.

 

Confira o valor atribuído a cada um dos acusados:

R$ 1.894.115.049,55 do MDB, de Valdir Raupp, da Vital Engenharia Ambiental, de André Gustavo de Farias Ferreira, de Augusto Amorim Costa, de Othon Zanoide de Moraes Filho, Petrônio Braz Junior e espólio de Ildefonso Colares Filho;

R$ 816.846.210,75 do PSB;

R$ 258.707.112,76 de Fernando Bezerra Coelho e espólio de Eduardo Campos;

R$ 107.781.450,00 do espólio de Sérgio Guerra;

R$ 333.344.350,00 de Eduardo da Fonte;

R$ 200.000,00 de Maria Cleia Santos de Oliveira e Pedro Roberto Rocha;

R$ 162.899.489,88 de Aldo Guedes Álvaro;

3% do faturamento da Queiroz Galvão.

 

O MPF havia pedido os bloqueios para a 1ª instância da Justiça, que negou. Então, os promotores recorreram à 2ª instância – o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) –, que autorizou.

Portanto, a Justiça Federal cumpre agora, com o despacho do juiz Friedmann Anderson Wendpap da 1ª Vara Federal de Curitiba, o que foi determinado pelo TRF-4. A decisão da Justiça Federal é de terça-feira (21).

 

‘Amplo esquema criminoso’

De acordo com o TRF-4, há indícios da prática de atos de improbidade por líderes de partidos e agentes públicos em prejuízo ao erário.

Para o tribunal, é necessário “garantir a efetividade do resultado final da ação – em que apurada a existência de um amplo esquema criminoso, com prejuízos expressivos para toda a sociedade”.

Dois esquemas que desviaram verbas da Petrobras foram descritos na ação que tramita na Justiça Federal.

Um deles envolve contratos vinculados à diretoria de Abastecimento, principalmente contratos com a construtora Queiroz Galvão. Esses contratos foram firmados individualmente ou por intermédio de consórcios.

Outro contrato é relacionado ao pagamento de propina no âmbito da CPI da Petrobras, em 2009.

O MPF explicou que a força-tarefa da Lava Jato e a Petrobras consideraram as atividades ilícitas como atos de improbidade e, por isso, foram pedidas a sanção de ressarcimento ao erário e a condenação à compensação dos danos morais e coletivos.

 

O que dizem os citados

O diretório nacional do MDB informou que a notificação se refere ao diretório estadual de Rondônia do partido. Por sua vez, o MDB de Rondônia afirmou que ainda não foi notificado da decisão.

O G1 entrou em contato com o PSB e a Queiroz Galvão, mas ainda não obteve retorno.

23 de maio de 2019 às 18:04

José Agripino Maia é o aniversariante desta quinta-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-senador José Agripino Maia é o aniversariante desta quinta-feira e comemora com a família nos Estados Unidos.

Essa semana, em Washington, como dirigente do Democratas, ele participou de reunião do Conselho Permanente das Organizações dos Estados Americanos, onde debateu temas como Venezuela e a reação da América do Sul.

23 de maio de 2019 às 17:54

Deputado Tomba Farias recebe a governadora Fátima Bezerra em Santa Cruz [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Adversários, o deputado estadual Tomba Farias e a governadora Fátima Bezerra estiveram juntos nesta quarta-feira, no encerramento da festa de Santa Rita de Cássia, em Santa Cruz.

Tomba estava acompanhado da ex-prefeita do município, Fernanda Costa e do atual prefeito Ivanildinho.

Os deputados Francisco do PT e Ubaldo Fernandes (PTC) também acompanharam a procissão.

23 de maio de 2019 às 17:33

Obra conquistada pelo deputado Ezequiel Ferreira em Currais Novos, Central do Cidadão terá nome de ex-servidor do Detran [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza, quer homenagear o curraisnovense Bebeto do Detran, dando o nome dele à Central do Cidadão que será inaugurada agora em junho.

O deputado apresentou requerimento solicitando ao governo do Estado que dê à Central, o nome de Adalberto Antônio do Nascimento.

Bebeto, que também foi vereador, trabalhou anos no Detran, órgão do governo que terá espaço na Central do Cidadão.

Portador de diabete, ele morreu há cerca de um mês.

A Central do Cidadão de Currais Novos é uma luta antiga de Ezequiel, que durante a gestão passada, quando assumiu o Governo, lançou a pedra fundamental.

O governador Robinson Faria atendeu o apelo do presidente da Assembleia e construiu o prédio que foi concluído e será inaugurado pela governadora Fátima Bezerra.

No ano passado Ezequiel visitou as obras da Central

23 de maio de 2019 às 17:20

Mãe do presidente da Ubes se pronuncia: “Tirem a mão do meu filho” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sabe o presidente da Ubes – União Brasileira dos Estudantes Secundaristas – que ontem se envolveu numa confusão na Comissão de Educação da Câmara, em Brasília, e que o Blog repercutiu, exibindo um vídeo onde o deputado Rafael Motta o tira do meio do tumulto?

Pedro Gorki é potiguar.

Ontem na reunião ele foi impedido de falar por deputados que alegavam que ele não havia sido eleito…

Filho da ex-candidata a deputada Carla Tatiane, do PCdoB.

Hoje Carla se pronunciou sobre o episódio.

23 de maio de 2019 às 14:14

Rouanet: Gilberto Gil é multado em 3 milhões e Caetano também será penalizado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de encontrar irregularidades nas prestações de contas dos cantores Gilberto Gil e Caetano Veloso, em contratos  com recursos da Lei Rouanet, de incentivo à Cultura, o governo federal vai aplicar multa aos dois.

O Ministério da Cidadania já informou que a multa de Gil será de 3 milhões de reais.

Em breve a de Caetano será anunciada.

23 de maio de 2019 às 8:42

Apesar de desbloqueio anunciado, recursos da Educação continuam bloqueados [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sabe aquele ditado que fala ‘tem, mas tá faltando’?

É o que acontece na Educação.

De ontem para hoje o estardalhaço: Ministério da Educação libera um bilhão e meio…

Uhuu…comemoração, vitória dos movimentos.

Calma.

O governo liberou, não o que contingenciou.

Mas o que iria contingenciar.

Portanto, permanecem bloqueados R$ 5,8 bilhões no orçamento da pasta para 2019.

O desbloqueio de R$ 1,587 bilhão anunciado ontem à tarde pelo Ministério da Economia vai apenas cancelar uma segunda ordem emitida pelo Ministério da Economia em portaria de 2 de maio, que ainda não tinha sido implementada.

23 de maio de 2019 às 8:25

Vazamento de gás em apartamento no Chile dizima família de Santa Catarina [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do site catarinense NSC Total:

Cinco catarinenses estão entre os mortos em apartamento no Chile

A família é de Biguaçu, na Grande Florianópolis, e passava férias em Santiago, capital chilena

Por Guilherme Simon

 

 

Cinco catarinenses foram encontrados mortos na tarde desta quarta-feira (22) em um apartamento em Santiago, no Chile.

As vítimas são um casal de Biguaçu, na Grande Florianópolis, os dois filhos, além de outro casal formado por um catarinense e uma mulher de Goiânia.

Eles teriam sido vítimas de um vazamento de gás.

A identidade das vítimas foi confirmada pela família. Os mortos são o casal Fabiano de Souza, 41 anos, e Débora Muniz Nascimento de Souza, 38 anos, e os filhos Caroline Nascimento de Souza, que completaria 15 anos nesta semana, e Felipe Nascimento de Souza, 13.

A família morava em Biguaçu.

Além deles, também morreram Jonathas Nascimento Kruger, 30 anos, que também é catarinense e é irmão de Débora, e a esposa dele, Adriane Krueger, que é de Goiânia. O casal morava na cidade de Hortolândia, em São Paulo.

Em entrevista à reportagem, Noemi Fortunato Nascimento, que é prima de Jhonatas e Débora, contou que a família viajou a Santiago para comemorar os 15 anos de Caroline. Eles teriam alugado um apartamento na capital chilena por meio de um aplicativo de celular.

Noemi também contou que a família estava prestes a voltar a Santa Catarina, pois a mãe dos irmãos Jhonatas e Débora faleceu em Florianópolis na madrugada desta quarta.

Por meio de mensagens, Débora teria relatado à prima que estava se sentindo mal, e que as outras pessoas no apartamento também apresentavam sintomas estranhos. Ela acreditava que eles pudessem ter sido envenenados.

 

 

De acordo com a AFP, eles teriam inalado gás, supostamente monóxido de carbono, informou o comandante da Polícia da capital chilena. Como estavam sentindo um mal-estar físico, o grupo pediu ajuda ao cônsul brasileiro, que se dirigiu ao local, acompanhado de efetivos da Polícia. Quando chegaram, tiveram que entrar à força no apartamento, onde encontraram os corpos.

— Pudemos constatar que havia seis pessoas falecidas, quatro adultos e dois menores, e que possivelmente sua morte teria sido provocada por emanação de gás — disse o comandante Rodrigo Soto à imprensa local.

23 de maio de 2019 às 7:14

Minuto da Câmara: Prestando contas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Com o objetivo de evitar mortes por afogamento na capital potiguar, foi apresentado o Projeto de Lei que cria regras de segurança nas piscinas em ambiente público. A matéria da vereadora Nina Souza (PDT) foi aprovada em Sessão Ordinária.

Essa e outras notícias no Minuto da Câmara, um resumo do trabalho do legislativo municipal de Natal.

Acompanhe:

22 de maio de 2019 às 16:52

Deputado Rafael Motta tenta tirar presidente da Ubes de confusão formada na Comissão de Educação [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E a sessão da Comissão de Educação da Câmara – logo Educação – que já tinha protagonizado o barraco entre o ministro Weintraub e a deputada Tábata, terminou em mais um barraco.

Querendo discursar antes de um deputado, o presidente da Ubes, Pedro Gorkis, foi ameaçado de expulsão do plenário.

Olhe o que aconteceu.

Veja que o deputado potiguar Rafael Motta (PSB) tentou tirar o estudante da confusão.

Ah…o ministro Abraham Weintraub estava na sessão ainda.

Confira a confusão e o discurso do representante dos estudantes:

22 de maio de 2019 às 16:33

Senador Jean-Paul cobra agilidade do governo federal para garantir recursos para construção de casas populares no RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Jean-Paul Prates (PT) cobrou hoje agilidade na reformulação do convênio entre a Caixa Econômica e o governo do Rio Grande do Norte, além da liberação dos R$ 50 milhões para o projeto Pró-Moradia.

“A população do nosso estado necessita de moradias dignas e a realização do sonho da casa própria para suas famílias. É fundamental que o governo dê celeridade para que o projeto volte a andar”, disse o parlamentar, lembrando que em abril, o RN recebeu a garantia, por parte do governo federal, da continuação do projeto Pró-Moradia, que beneficiará 1.300 famílias, contemplando 18 mil pessoas em 60 municípios.

O secretário Nacional de Habitação Celso Toshido Matsuda disse que vai levantar as informações sobre a tramitação do convênio do governo e as providências que serão tomadas.

22 de maio de 2019 às 16:20

Vídeo: Ministro da Educação divulga dados pessoais da deputada Tábata Amaral que levará o caso à Justiça [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Mais um mico na educação brasileira.

O segundo ministro em quatro meses e o mesmo modus operandi.

Hoje, na Comissão de Educação da Câmara, o ministro Abraham Weintraub divulgou prints com telefones pessoais da deputada Tábata Amaral (PDT-SP) e de sua equipe.

Weintraub tentou constranger a deputada, por supostamente revelar que ela não havia comparecido a reuniões no MEC, mesmo tendo sido convidada.

A deputada comprovou que as reuniões, ou cancelada ou justificada, seriam na gestão do exonerado ministro Ricardo Velez.

A deputada vai acionar a justiça contra a invasão de privacidade.

Acompanhe a reação de Tabata, que numa sessão da Comissão, já havia botado o Velez no canto da parede.

Agora foi com Weintraub.

22 de maio de 2019 às 16:09

Deputado baiano diz que só um ‘doido’ como ele para encarar o presidente Bolsonaro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Chateado com o estilo Bolsonaro de governar, o deputado Pastor Sargento Isidório, do Avante da Bahia, disse na sessão de ontem, na Câmara, que só um “doido” como ele para conversar com o “doido” do presidente.

Confira: